A presença de microrganismos patogênicos provenientes de matérias fecais na água pode originar uma série de doenças infecciosas causadas por bactérias, protozoários e vírus. Para garantir e preservar a qualidade da água faz-se necessário a realização de uma análise bacteriológica físico-química de modo a avaliar a qualidade da mesma. Os Laudos Bacteriológicos conseguem identificar com precisão a presença destes microrganismos em caixas de água ou reservatórios, capazes de gerar uma série riscos para a saúde humana.

Como são realizados os Laudos Bacteriológicos?

O técnico recolhe amostras da água que serão remetidas ao laboratório especializado onde serão feitos testes que confirmarão a sua qualidade. Esse exame identificará e quantificará as bactérias eventualmente presentes na água. É um análise que dá indicações relativas quanto a potabilidade da água do ponto de vista bacteriológico, checando se há indícios e os respectivos níveis de coliformes totais, coliformes fecais e cloro residual. Após esta checagem, emite-se um laudo para o cliente com o resultado analisado confirmando se ela está própria para o consumo humano. Dois pontos serão considerados nos laudos bacteriológicos, responsáveis pela análise da qualidade da água consumida:

Análise microbiológica (Potabilidade)
Verifica-se a presença de organismos transmissores de doenças, como bactérias coliformes; a análise físico-química, que quantifica o pH da água (ácida ou alcalina) e elementos químicos presentes.
– Teste de determinação de coliformes totais
– Teste de determinação de coliformes fecais
– Contagem padrão de bactérias heterotróficas

Parâmetros microbiológicos
Os parâmetros microbiológicos analisados indicam a possível contaminação da fonte com material orgânico (coliformes fecais e outras bactérias), enquanto a análise físico-química é um índice da presença de elementos químicos que podem alterar a cor e o sabor da água, além de causar incrustação ou corrosão nas tubulações.
– Teste de pH
– Teste de condutividade elétrica
– Contagem de potássio, sódio, cálcio, magnésio